Icon Energia pretende construir 15 usinas solares em MG até 2022

Icon Energia pretende construir 15 usinas solares em MG até 2022
Compartilhe

A Icon Energia, dos empresários Angelo Bergamini e Marcio Malamud, acaba de divulgar que vai construir 15 usinas fotovoltaicas até 2022, com investimentos superiores a R$ 120 milhões e um total de capacidade instalada de 50 megawatts-pico (MWp). Três delas já estão em andamento: uma no Norte do Estado, outra no Triângulo e uma no Centro-Oeste de Minas, todas na modalidade geração distribuída, com inauguração prevista no primeiro trimestre do ano que vem.

Para essas três foram direcionados R$ 60 milhões e potência de 15 Mwp. Quando finalizadas, as unidades garantirão o atendimento para até três mil consumidores em toda a região. O foco da empresa é atender condomínios e estabelecimentos comerciais.

Após a entrega destas obras, a Icon estreia um novo braço da empresa, a Icon Service que se especializará na construção de usinas fotovoltaicas com plataforma própria para vendas atendendo assim um outro nicho no mercado.

Segundo Marcio Malamud, a Icon Energia pretende oferecer o melhor no segmento e ainda abrir portas para quem quer empreender com segurança através da Icon Service”, afirmou, complementando que a empresa possui um projeto semelhante para Goiás, mas que será implementado após a conclusão das fazendas solares mineiras. “Optamos por iniciar pelo Estado, por diferenciais como boa incidência solar, disponibilidade de conexões energéticas, terrenos planos, baixo custo e a própria maturidade do mercado”, ressaltou.

Desta forma, a empresa está se organizando em uma espécie de hub para fazer o elo na geração distribuída. Ou seja, todo pequeno negócio que desejar investir no setor terá condições facilitadas e ágeis de fazer por meio da ferramenta. “Pretendemos oferecer o melhor no segmento, por meio de parcerias e soluções e ainda abrir portas para quem quer empreender com segurança através da Icon Service”, explicou.

Todos esses projetos vêm ao encontro do que está acontecendo em Minas Gerais quando o tema é energia solar. O estado ocupa o primeiro lugar no ranking de energia solar fotovoltaica na geração distribuída, somando potência instalada de 562,5 MW.

Uma das ações de Minas para avançar com a energia solar como um todo é a desburocratização no processo de licenciamento ambiental e aprovação dos empreendimentos. A ideia é que o Estado também se destaque na geração centralizada de energia fotovoltaica, operada por usinas de grande porte.

Em meio à pandemia e à crise econômica mundial provocada pelo coronavírus, Minas Gerais continua atraindo mais investimentos da iniciativa privada. Sé neste ano já foram aplicados R$ 5,6 bilhões, grande parte destinada ao setor, contribuindo para a geração de emprego nos municípios.

Fonte: Portal Solar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *